Archive of ‘Reflexões’ category

No fundo do poço? Use a mola pra pegar impulso!

Hey Pessoas… tudo jóia? Espero que sim!

Me conta uma coisa: você já ouviu falar num ditado que diz “no fundo do poço existe uma mola”?

Pois é, a gente pode até saber que tem a tal mola, mas o fato é que ninguém gosta de chegar lá no fundo do poço pra ver.


Não nos permitimos chegar até lá… preferimos não sentir inteiramente a felicidade, a tristeza, o medo, as vontades, etc.

Não é que a gente precise ceder a esses sentimentos, nem que a gente tenha que passar a vida caminhando em cima deles, mas…  não há nada errado em senti-los a fundo.

E ignorar os sentimentos não vai mudar a situação, só vai funcionar como analgésico que, na hora, ameniza, mas essa sensação depois acaba.

É a mesma coisa que tampar o sol com a peneira, é colocar band-aid na profunda ferida e, por não enxergá-la mais, fica parecendo que o machucado foi tratado. E não é verdade… ele continua lá por baixo.

 

 

Não ir até o fundo é mais fácil.
Só apagar o incêndio é mais fácil do que procurar a causa.
Dói… como dói ir a fundo, mas realmente no fundo do poço tem uma mola.

Quando você vai caindo, você não compreende o processo, mas quando você chega lá no fim e encontra a mola, ela te leva pra cima de volta.
E quando você volta, estará mais limpo, com mais vigor.

Existem muitos poços no caminho e lembre-se: não tem problema cair neles, viu?

 

 

Mundo Virtual X Mundo Real: desconectar para conectar

People…

Mexendo nos meus arquivos aqui, vi um vídeo em que apareço usando um daqueles óculos 3D de realidade virtual.  E isso me levou a refletir…

 

… me levou a refletir que nessa era digital mergulhamos de cabeça num mundo onde quase tudo é virtual.

O problema é que, no mundo físico, muitas vezes ficamos na superfície: os toques são mais vazios, os encontros menos frequentes e a comunhão tão valorizada por um milênio, tem sido mais difícil.

Se por um lado a tecnologia é maravilhosa porque pode, entre outras coisas, aproximar pessoas distantes, ela também pode criar um afastamento entre pessoas que estão perto.

 

 

Perdemos a facilidade de nos conectar com o próximo, de olhar nos olhos e saber o que de fato se passa com ele.

Talvez, no futuro, a gente perceba quantas oportunidades perdemos de estar presentes, de fato, com várias pessoas.



Por isso é importante que hoje a gente se lembre de desconectar um pouquinho da tecnologia para, então, nos conectar realmente com quem está ao lado!

O que você pensa sobre isso?

Cactos e suas mensagens (na decoração ou não)

Hey gente!

Não sei você, mas de vez em quando eu gosto de dar uma renovada no visual da casa.
Curto dar aquela repaginada na decor, nem que seja num ambiente-zinho só, sabe?

Quando eu era criança, lembro que minha avó (que Deus a tenha) tinha um corredor cheioooo de plantas… e eu amava!
Porém, um belo dia, brincando com uma geralzinha do bairro, lá ia eu feliz correndo quando… dei de cara com um cacto enorme que minha avó cuidava com tanto carinho. Imagina a situação, gente!

Vou continuar contando pra vocês esse “causo” e enquanto isso vai vendo umas fotos que separei de cactos por aí… rs


Mas rapaz (como diz um amigo meu de João Pessoa)…  Eu fiquei com espinho desde a testa até o dedo do pé… e minha amada vovó foi retirando um a um com pinça…

Gente… pensa num ranço que guarrei dessa planta… aff!



Não queria ver cacto nem de ouro na minha frente!

Até que, como o mundo dá voltas, fiz uma viagem com meu pai e ele me levou onde ele morava quando criança, no desertão da Bahia (uma outra história pra contar, é emocionante).
Mas ele me apresentou quem? O Cacto, só que me contando quantas vezes parte daquela planta foi a única fonte de água para sua família.

Meu, o cacto sobrevive em terras secas porque consegue reter água por muito tempo dentro de si.


E sabe que isso me fez pensar em Deus…que Ele é como o som de muitas águas.

E se nós, mesmo nos desertos da vida… se conseguirmos ter a capacidade de reter essa água… sobreviveremos.
E ainda daremos água a quem tem sede.

Lindoooo gente!

Pronto… minha ótica sobre o cacto mudou!

Foi-se os espinhos e ficou sua simbologia… seu interior…

Por isso hoje trouxe várias ideias de como você usar cactos para decorar seu lar doce lar, e lembrar sempre dessa história.

Quando estiver no deserto pense: a água está dentro de mim!

 

Dia das Crianças: a sua criança interior merece os parabéns!

Heyyy People…

Olha, xô contar procêis…

Eu tô numa onda de procurar lidar com minha criança interior.

Se você acha isso místico ou não, eu não sei. Mas eu…  acho que isso é só mais uma linha da Psicologia, nada mais que isso.

Há um tempo, eu assisti a uma série (na verdade assisti a essa mesma série três vezes se não me engano) que relata a história de uma mina que enfrenta altos perres, e um deles é o distúrbio alimentar. Devido a isso, ela tem altos problemas com a autoestima.

Ray, apelido da atriz no seriado, passa por varias sessões de terapia e, em uma delas, o psicólogo a induz a visualizar ali, do lado dela, sua criança interior. Dali pra frente, ela bate um papo com essa criança, ou seja, com ela mesma… mas mais novinha.

E gente, o resultado é incrível, umas das coisas mais impactantes dessa área que já assisti.

Assim como a Ray, acredito que nós ficamos inúmeras vezes, paradas no tempo. Aliás, fluímos sim em certas áreas, mas em outras, algumas pessoas ficam estagnadas, por vários motivos, seja algum trauma que passou, alguma desilusão, falta de grana, enfim, tanta coisa que podemos relacionar.

E em algum momento da nossa vida, se quisermos crescer nesta tal área estagnada, precisaremos enfrentar, lidar com essa nossa criança interior. Voltar ao momento em que, por algum motivo, aconteceu algo que nos paralisou. E aí, podemos ajudar essa criança a sair dessa. Você, como adulta, pode usar as “ferramentas” que adquiriu ao longo da vida para ajudar “essa você” a crescer.

É meio complexo, mas ao mesmo tempo simples. Basta você falar pra você mesma e dar pra você mesma o que você tanto desejou naquele momento.

Eu tenho tentado embarcar nessa e até agora só tem me somado, acrescentado.

Por que você não aproveita esse Dia das Crianças pra fazer essa reflexão? O que será… onde será que em alguma área você se perdeu (se é que se perdeu)?

Permita-se ser amada, valorizada, acalentada como toda criança merece.

Feliz Dia das Crianças… pra você que está crescendo!

 

Paz de Deus torna sua “casa” aconchegante

Hey Povo lindo …

Eu tô saindo de Campos do Jordão hoje.
Coisa linda de se ver (já falei disso né? rs foi no post anterior, esse aqui).
Mas enfim… quero comentar umas reflexões com vocês…

Eu fiquei aqui numa pousada nova, nunca tinha ficado nela das outras vezes que vim a Campos. E numa conversa com o dono do lugar, ele comentou que o intuito da pousada é passar um ar de casa de vó, o que geralmente significa aconchego.
E realmente eles conseguiram fazer com que a gente se sinta tão à vontade, que rola uma sensação mais do que confortável… é reconfortante, mais que bonito, é detalhadamente pensado e cuidado.

Uma paz que não consigo explicar…
E onde quero chegar?


Quero chegar ao Espaço Garota Livre, a nossa sede.
Lá é um lugar onde todo mundo que vai, depois comenta mais ou menos a mesma coisa que falei da pousada.
Apesar de ali no nosso Espaço vivermos momentos de confronto (com a gente mesmo), nos sentimos em paz, essa paz que excede todo entendimento.

CREIO QUE DEUS É ESSA PAZ.
Não precisamos necessariamente estar num hotel aconchegante, ou no Espaço Garota Livre, a questão aqui é “seja onde você estiver, se você tem Deus na sua casa (o coração), vai virar um ambiente de paz”.
Apesar das lutas, se você tem Deus na sua casa-coração, então existe paz.
Apesar das aflições, existe paz, e não só pra você, mas para o que contigo caminha.

Seja uma casa aconchegante pra você mesmo e pra quem chega.

Essa é a mensagem que eu tirei dessa experiência na pousada.
Acabei viajando de volta ao Espaço Garota Livre e senti vontade de compartilhar esse insight com você.

<3

Saia da caixinha ou não!

 

O que é ser frágil ? O que é ser forte?

A fragilidade é quando algo se “rompe” facilmente, e o forte seria o oposto!

Ser forte tem parecido uma virtude, e talvez seja…

Mas a fragilidade… essa com certeza é uma virtude escondida, não reconhecida.

Eu ser frágil, me possibilita a flexibilidade, a possibilidade de romper, e de conhecer algo novo, de novo!

A fragilidade me concede a grandeza de me pôr de vez em quando em minha caixinha e ficar só, sem ninguém me tocar, ou às vezes à exposição do meu ser, com a possibilidade permanente de eu ser tanto analisada, quanto quebrada.

Em caquinhos, consigo ver cada pedacinho meu, como sou feita. Para depois ser reorganizada. Reestruturada.

E restaurada, consigo ver cada triz quebrado, cada cicatriz aparente, o que me torna mais humana. E permanecer de pé, diria que é algo sobrenatural.

Deixo de ser superficial. Algo banal. E passo a ser mais complexa.

Talvez sem a forma de como vim, mas com segurança de que posso me reinventar.

Não tenha medo.

Siga em frente.

Você é linda.

Se guarde ou se exponha.

Você decide.

Mas não se preocupe em se quebrar. As coisas mais fascinantes desse mundo são as diferentes.

Mais um enfeite é só um enfeite.

Um enfeite restaurado, tem um quê a mais de beleza!

Pai, um beijo da sua filha Bambu

Hey gente!!!

Nesse Dia dos Pais, antes de falar qualquer coisa, quero deixar meu carinho a todas as garotas livres que não podem abraçar seus pais nessa data, por qualquer motivo.

E quero usar esse post pra duas coisas: a primeira, é deixar uma homenagem para o meu pai; e a segunda, é contar sobre uma homenagem que ele me fez.


A minha homenagem: 

Dad (papai em inglês),
Talvez essa minha facilidade em chamar Deus de Abba (papai em hebraico) venha de você! Venha da nossa relação!
E não importa os erros e acertos que você comete como ser humano.
Só de você me fazer este favor – de me aproximar de Deus, como Pai – acho que você já cumpriu o seu papel!

Sabe a expressão “céu na terra”? Acho que ela significa Deus se manifestando aqui, entre nós, de uma forma palpável. Para isso, Ele usa as pessoas para transmitirem seu amor.
E uma das formas dessa transmissão de amor acontecer, é por meio de algo sobrenatural, Divino, que é a Paternidade.
Então, apesar da humanidade que há em você, eu sei que você traz o céu pra mais pertinho da minha terra-coração.
E trazendo o céu, eu consigo sentir o AMOR (Deus), e isso me faz amar!
Ou seja… Pai, você me ensina a amar.
Você me ensina minha missão… Pai…você é Pai!
Obrigada.

❤ ❤ ❤ ❤ ❤ ❤  ❤ ❤ ❤ ❤ ❤ ❤ ❤ ❤ ❤ ❤ ❤ ❤ ❤ ❤ 

A homenagem dele

Aconteceu este ano, no meio do chá de lançamento do Espaço Garota Livre.
De repente, meu pai pediu a palavra e fez um rápido discurso para mim e meus convidados. Foi emocionante. Nas fotos aí embaixo, dá pra ver que eu vou ficando com um semblante choroso… rs…
Ele estava orgulhoso de mim e me chamou de B-A-M-B-U.
Vou explicar o que isso significa.

Meu pai disse pra gente que eu tenho a mesma estrutura de um bambu. É que o bambu tem raízes que vão lá no fundo da terra (profundas mesmo!) buscar nutrientes e umidade para sobrevivência. São raízes que crescem na horizontal e na vertical, criando uma base firme, como se fosse um alicerce para enfrentar as dificuldades.
Tanto é que o bambu passa por tudo: tempestades, furacões, e permanece firme.
Meu pai disse que sou assim: passo por turbulências, e até caio, mas me levanto.
E só consigo fazer isso porque tenho uma base resistente como o bambu, mas, ao mesmo tempo, sou flexível como o bambu também é.
Não é lindo?

Por essas e outras… obrigada de novo, Pai!
Feliz Dia pra você hoje… e sempre!

Isabele.

 

Livre para cumprir minha missão

Oie!

Você sabe… somos únicos… e cada um tem a sua MISSÃO.

A minha tem a ver com o que vou fazer sábado, no Encontro Garota Livre.

E você… sabe qual é a sua missão?

Já postei aqui e aqui sobre isso.

Boa leitura <3

 

Missão: Você já está no caminho?

Heyyy meus amores tudo joinha?!

Então… Pra começo de conversa quero deixar claro que sou um ser humano normal, que briso, viajo na maionese, ou seja, faço meus estudos aqui, mas tenho todo direito de errar, tenho todo tremor e temor em transmitir o que acho que está perto da verdade na qual acredito.

Mas, quem sou eu… a cada dia me encaro e me questiono, então…


…então chega de enrolação e vamos ao assunto que tanto quero falar hoje.

Muita gente se sente perdida (inclusive eu às vezes) em relação ao seu chamado, à sua missão aqui na Terra. E a gente se pergunta: o que eu vim fazer? será que estou cumprindo meu papel?

Eu fiz um post sobre missões depois que participei de um congresso que fui há um tempinho atrás, e acho que deu pra esclarecer bem, é esse post aqui ó.

Mas, parece que ainda sobrou dúvidas, então vou tentar ajudar.
Vamos ver se consigo organizar essa bagunça! rs


Cara…  no meu simples entendimento, é muito simples.
Eu tomo como base o seguinte:

E Jesus disse-lhe: Amarás o Senhor teu Deus de todo o teu coração, e de toda a tua alma, e de todo o teu pensamento. Este é o primeiro e grande mandamento.
E o segundo, semelhante a este, é: Amarás o teu próximo como a ti mesmo.
Destes dois mandamentos dependem toda a lei e os profetas.
Mateus 22:37-40

Agora me responde: Deus é o centro da sua vida? Você ama o seu próximo como você ama sua vida?

Pronto! rsrsrsrsrsrs  As coisas vão fazer sentido agora…

Se você luta constantemente para que Deus seja o primeiro em tudo na sua vida, se você tem dois tênis, e seu irmão nenhum, e você tem o bom senso de oferecer a quem precisa um dos seus… então você está no caminho.

Se você é apaixonada por esse Deus, a ponto de Ele te governar, se você é inconformado com seu irmão passando fome espiritual e carnal, a ponto de tirar a bunda da cadeira pra fazer seja lá o que for… então, o resto é resto. Você está no caminho.


A forma como você vai colocar em prática a sua missão, eu não sei. Pode ser cantando, dançando, falando, ofertando… eu realmente não sei.

Mas se a base de tudo que estiver aí dentro de você for o AMOR, então tá tudo certo!

AME…  Ame, ame, ame…Deus é amor! Ele não está no amor, mas ele é o próprio amor.



Quer ser direcionada por Deus?

AME!

Ame a Ele, a você e ao próximo!

 

1 2 3 5