Posts Tagged ‘bloggarotalivre’

Casa Bagunçada!

Querer mudar, não quer dizer que a casa que moramos seja ruim, nem que não serve, nem que não gostamos, talvez até choraremos ao deixa-la.

Lembranças ficarão.

Tantas coisas vividas ali.

Algumas casas são próprias, e quem sabe só mudaremos os móveis quando velhos, ou a decoração quando enjoarmos.

Algumas casas, alugadas. Essas geralmente mudamos com pouca ou muita frequência, e procurar uma nova casa que nos agrade, demora um tempo.

Talvez estejamos satisfeitos do jeito que as coisas estão. Cada uma em seu lugar, sem mudança nenhuma.

Por muito tempo estive satisfeita com esta casa; com este blog, com estas redes socias.

O fato é que sinto vontade de mudar, estou procurando uma nova casa; demora tempo. As vezes sinto aperto no coração pensando se estou fazendo certo, as vezes canso com a demora da procura de uma nova cara para esta casa. Mas decidi. Já estou fazendo as caixas.

Ainda não sei como será ao certo está nova casa, mas uma certeza tenho, de que todos serão sempre bem vindos.

Desde já peço desculpa pela bagunça dessa casa da qual estamos atualmente, vocês sabem né, mexer com mudança é assim mesmo.

Não quer dizer que foi ruim, nem que não serviu, nem que não gostei, talvez até chore.

Lembranças ficarão.

Isabele

Moda O retorno da Pochete!!

Heyyyyy gente… Tudo joinha com vocês?

Manoooooo que doideira é essa andando aí pelas ruas?
Tô falando da tal pochete!

Já faz um tempinho que tô ligada nela… nessa ressurreição com uma cara muito mais bonita!


Eu, particularmente, lááá nas antigas, só usava pochete pra praticar esportes, como algo meio que necessário, sabe?

Sei lá, de repente era um lugar pra colocar uma barrinha de cereal, um dinheirinho se fosse necessário.
Algumas pochetes até vinham com suporte pra água e tals… lembra?

Mas agora…


A questão aqui é que a pochete aparece nessa nova fase como um artigo de moda.
Repaginada… toda trabalhada.

Se fica ou sai, se vem ou vai, eu já nem sei mais.


Sempre achei pochete meio breguinha pra falar a verdade rsrsrs

Mas ela assim… nessas versões… tenho que confessar pra vocês que está me agradando e até venho achando um charmezinho!

Pois é… o mundo dá voltaaaassss!

E você… gosta ou não gosta?

Acha que a ideia colou de vez ou não?

Bjsss

Encontro Garota Livre (EGL 21/10/2017)

Hey genteeemmmm

Nossa… sábado que passou teve mais um Encontro Garota Livre e foi babado!

E olha que pra eu usar o termo babado é porque foi realmente sensacional!



Muitas meninas do grupo, e eu me incluo, se sentiram impactadas.

Saímos daquela tarde com a cabeça e o coração dispostos a passar por uma transformação do bem <3



Falamos da importância da solidariedade, lealdade, bondade… o quanto simplesmente essas características já representam o próprio Deus em nós.

Entendemos que não é ruim ter o carro do ano, uma casa top, aliás isso tudo é bom né kkkk, mas não é essencial para mostrar que estamos bem com a gente e com o mundo.

Dessa vez, a lembrancinha oferecida às garotas livres foi uma choker mega estilozinha com uma coroinha, que teve vários significados. Um deles é nos lembrar que a Glória da vida não está nessas “pequenas” coisas da Terra.


 

Acho que deu pra entender né?
Aliás, só quem vem a um Encontro Garota Livre consegue de fato entender o que se passa. Vemmm… vai!?

Manda um e-mail pra mim que eu te chamo da próxima vez! É só clicar lá na barra superior do blog onde tem o contato… tô te esperando!

 

look “acessório magnífico = roupa top”

Gente, gente, gente!

Presta atenção… olha a foto abaixo.

É um look com… truque!

 

Esse look é lindo, porém básico. É uma calça jeans que veste super bem da loja Opção + uma blusinha azul toda frufru da Renner.

Agora, o que faz toda diferença aqui meu povo? Dou-lhe uma, dou-lhe duas, dou-lhe três…

Isso! São os benditos acessórios! E esses magníficos são da designer que eu amo, a Claudia Arbex.

 

 

Acessório é o que há: você pode usar mil vezes a mesma blusa, que se mudar os acessórios, te garanto que vai mudar todo o look!

Por isso fico maluca na Feira Hippie aqui em BH (na avenida Afonso Pena, famossséééézzzimaa essa Feira). Dá vontade de levar o mundo dos acessórios por saber que esse é um bom investimento.

E sobre a sandália nude (em close aí embaixo), ela é básica e confortável, da Conexão.

 

 

E aí, quero saber sua opinião: você também acha que investir em acessórios é uma boa pra parecer que trocou de look?

Look clássico, porém cool!

Heyyy povo lindo de my life…

Sim, tem uma piscina no meu condomínio. Não, eu nunca a usei, até esse dia, que eu coloquei a mão na água!

Haha… nunca poderão dizer que eu não fiz uso da tal!

Revelações feitas, vamos ao que interessa: o look!  Vou mostrando e explicando aos poucos pra vocês… vem comigo, é só ir descendo, cuidado pra não cair na piscina 😛

 

 

Na foto abaixo dá pra ver a blusinha lindaaaaaaaaa de seda – da Intimissimi – que tem a cara de “oi, sou uma lingerie”.

Por isso, eu quebrei essa história na horaaaa com a camisa jeans da Riachuelo.

Cês já me conhecem: adoro dar essas “quebradas” quando o look parece caminhar prum lado…

E pra dar um compose finérrimo, queria que todas as outras peças tivessem praticamente o mesmo tom.

 

 

 

Fala sério, era só tirar a camisa que aquele look viraria outro!

Mas a camisa deu essa pegada… não sou tão clássica assim, não, meu bem!

Quero sim o clássico, porém cool.

 

 

Calça Zara e Sandália mega confortável Arezzo.

 


E aí, gostaram desse jeito de combinar as peças?

look “militância da moda”

Heyyy babys….

Pensa num casaco antigo… pensou? Não é esse aí que você pensou, não… o meu é mais!

Mas sou xonadinha nele, nem sei te falar de onde ele é.


 

Só sei que catei o casaco e meti uma blusinha de seda verde militar pra seguir o fluxo.

A seda quebrou a agressividade do casaco e taquei-lhe uma calça de couro fake preta da Ellus pra harmonizar o look.

 

 

Quase um básico, só que não!

E aí, o que você achou?

Fotos by Moises Lima

Ressaca Moral: fez, agora aguenta!

Esses dias acordei péssima, mas pensa num p-é-s-s-i-m-a ! Pois é, nesse nível!

Mas como eu acredito que quase tudo tem um porquê, eu tinha razão por estar assim! E logo pela manhã compartilhei isso com um amigo: “Pow tô com uma ressaca moral”, e ele veio com uma pergunta: “Você bebe?” Não genteeeee, eu não bebo! E pra quem não tem a mínima ideia, como meu amigo, do que é ressaca moral, eu preciso explicar.

Na minha concepção, ressaca é uma reação natural do nosso organismo, para processar todo o álcool ingerido demasiadamente, ou seja, é um processo que seu corpinho tem que fazer pra dar conta da “cagada” que você fez com ele na noite passada, por exemplo. E ressaca moral, pra mim, nada mais é do que sua mente trabalhando para processar toda “cagada” que que você fez na noite anterior, seja com uso do álcool ou não!

Mas… pra reforçar… é sua mente trabalhando muitooooo pra processar tudo que você fez e não gostaria de ter feito. Então aquilo fica te aporrinhando. E, assim como na ressaca pós-álcool, dói a cabeça. E pior: a ressaca moral dói na alma!

Talvez eu esteja sendo meio exagerada, mas é que estou em processo de lidar com a ressaca moral, e esse dilema tende a acontecer, me perdoem! O fato é que apesar de eu ser blogueira, e supostamente ter que me expor um pouco mais que o normal, eu sou bem reservada, e sou muito na minha, mas esses dias eu ando muito tagarela, genteeeee, sério, já aconteceu isso com vocês? De falar pelos cotovelos? Socorro!

Eu odeio isso!

Mandei msg pra quem não deveria, falei mais do que o necessário, aff! Haja processo da mente pra me auto-perdoar pelas “cagadinhas” da vida!

Mas fazer o que né, quem nunca passou por uma ressaca moral na vida?!

Ah… vai me dizer que você nunca passou? Conta pra mim!

 

 

Entre o funk e a pizza, uma missão

Esses dias atrás eu estive em um congresso de missões na Igreja Lagoinha Centro aqui em BH. E fiquei simplesmente in love! Acho que vocês perceberam pelo tanto que falei sobre isso no Insta rsrsrs

Primeiro quero dar uma pincelada bem por alto sobre o significado de missões no contexto cristão. Missões nada mais é do que saber qual é seu chamado. Em outras palavras, é saber o motivo pelo qual você nasceu e usar isso em favor do próximo. É usar seus talentos pelo bem do mundo… seja seu vizinho, ou seja alguém lá na China!

Eu já fui em uns trocentos congressos do tipo, mas gente, sabe quando a tampa encaixa na sua panela, foi essa a sensação que eu tive! Confesso que no primeiro dia eu fiquei meio desanimadinha com a palavra, achei meio batidinha, mas insisti e prossegui.

Genteeeeeeee

Primeiro, a Palavra do Pr. Joshua Adams, foi super ao encontro do que eu penso em relação a missões. Resumindo: que Deus venha e mude as situações; mas nós somos o céu na Terra, se não tirarmos nossa bunda (esse foi literalmente o termo que ele usou) da cadeira pra ir fazer a diferença, quem a fará? M-O-V-I-M-E-N-T-O, atitude! IR!

Depois dessa palavra fomos convidados a ir numa balada de funk levar o amor de Deus para aqueles que não sabem que são amados… e meu P-A-I! Que baita experiência! Eu, com mais uma tchurminha, ficamos ali na frente de uma mega fila de uma mega balada, num frio e eu tímida do jeito que sou , pensei o que estou fazendo aqui?

Mas gente, não é que eu olhava para aquelas meninas, e eu conseguia sentir o amor do Pai sobre elas, e eu não me continha e ia bater um papo com várias delas e por fim dar um abraço falando que aquele abraço representava o abraço do Pai, deixava claro o quanto são amadas, aceitas e aprovadas do jeito que são! Foi simplesmente lindo! Eu rompi, eu Fui em nome de Deus! Isso é missões, deu pra entender?

Mas aí chegou a última Palavra, no domingo.

Foi com o Pr. Ryan Adams, da Lagoinha Centro, um dos pastores mais criativos que conheço. Inclusive, durante sua palavra, ele fez uma pizza em cima do palco rsrsrsr

O que ele quis dizer com essa pizza, e o que eu senti, foi que Deus Pai é a massa, é a base. Jesus é o molho de tomate, que veio para espalhar o evangelho. O Espirito Santo é o queijo que dá a liga nisso tudo. E o mais fenomenal na visão desse cara é que os ingredientes que dão característica para essa pizza somos nós, e cada um é diferente do outro, um é a cebola, outro a calabresa, enfim, cada um com um talento, com uma personalidade, mas todos compõem a pizza! E essa pizza, não é pra nos alimentar, mas é para os outros. Saciar a fome dos outros!

Genial!!!

Gente, presta atenção: é muito legal estar num grupo de pessoas parecidas conosco, mas não nos acrescenta quase nada. Precisamos de diversidade, precisamos unir forças diferentes, precisamos reconhecer que sou muito boa em algo, mas tem “outro algo” em que alguém é melhor. E isso não tem problema, basta caminharmos juntos. Um mesmo foco, mas com opiniões diferentes.

Alimentar o próximo é o foco. Seja você e deixe o outro ser o outro. Respeite cada um no seu papel! Assim seremos uma bela e suculenta pizza!

E você, qual ingrediente você é?

A simbologia da decoração “pássaros e lírios”

HEYYYY GENTE!

Hoje eu queria contar algo pra vocês que é muito pessoal, mas precisa ser compartilhado. Eu percebi que tem gente curiosa pra saber o motivo de eu ter escolhido lírios e pássaros como tema da decoração do “chá” de lançamento do Espaço Garota Livre. Você deve ter visto fotos e vídeos nas nossas redes sociais, mas eu te mostro nesse post também. Pois então, tem 3 coisas que preciso dizer. Vamos lá…

 

1)A primeira coisa é que eu recebi uma Palavra da Bíblia quando eu estava buscando inspiração sobre como fazer o “chá”. Deus falou claramente ao meu coração, que as pessoas deveriam sair do lugar, diferentes do jeito que entraram. Deveriam sair mais esperançosas, nem que fosse pela simples, mas caprichada decoração. Portanto, a decoração teria que remeter à paz e ao cuidado de Deus sobre nós, e aí veio imediatamente o Capítulo 6 de Mateus do verso 25 ao verso 33, onde o Pai Celestial nos fala que se ele cuida dos pássaros e dos lírios, que dirá de nós, seus filhinhos amados!

Mateus 6

25 Por isso vos digo: Não andeis cuidadosos quanto à vossa vida, pelo que haveis de comer ou pelo que haveis de beber; nem quanto ao vosso corpo, pelo que haveis de vestir. Não é a vida mais do que o mantimento, e o corpo mais do que o vestuário?26 Olhai para as aves do céu, que nem semeiam, nem segam, nem ajuntam em celeiros; e vosso Pai celestial as alimenta. Não tendes vós muito mais valor do que elas?27 E qual de vós poderá, com todos os seus cuidados, acrescentar um côvado à sua estatura?28 E, quanto ao vestuário, por que andais solícitos? Olhai para os lírios do campo, como eles crescem; não trabalham nem fiam;29 E eu vos digo que nem mesmo Salomão, em toda a sua glória, se vestiu como qualquer deles.30 Pois, se Deus assim veste a erva do campo, que hoje existe, e amanhã é lançada no forno, não vos vestirá muito mais a vós, homens de pouca fé?31 Não andeis, pois, inquietos, dizendo: Que comeremos, ou que beberemos, ou com que nos vestiremos?32 (Porque todas estas coisas os gentios procuram). De certo vosso Pai celestial bem sabe que necessitais de todas estas coisas;33 Mas, buscai primeiro o reino de Deus, e a sua justiça, e todas estas coisas vos serão acrescentadas.

É por isso que fui atrás de uma decor assim, que pudesse representar os lindos pássaros dos céus e os maravilhosos lírios dos campos. Vocês acham que eu consegui traduzir isso?

2)A segunda coisa que eu quero dizer é que usar pássaros na decoração tem tudo a ver com ser uma Garota Livre, afinal pássaros representam (entre outras coisas) a liberdade. A partir disso eu tive a ideia de comprar umas gaiolinhas para compor o enfeite das mesas dos convidados do “chá”. Claro, deixei as gaiolas abertas com os passarinhos descansando felizes do lado de fora, afinal são livres. Não ficou muito fofo??? Ownnnn…

3)A terceira coisa que me deu vontade de compartilhar com vocês é o que eu penso a respeito da LIBERDADE. O que vem à sua cabeça quando você pensa nisso? Eu gostaria muito de saber sua opinião.

Bom, pra mim LIBERDADE é assim: eu acho que pra começo de conversa liberdade é diferente de libertinagem, o que aliás gera bastante confusão por aí. Ser livre nem sempre é fazer tudo o que se quer, mas é ser livre pra saber fazer escolhas. Não é simplesmente ter o poder de ir e vir, mas saber o porquê de se movimentar.

Na verdade, a liberdade não está em se TER LIBERDADE, ou em conquistá-la, mas em SER. E eu SOU livre apenas quando eu tenho o encontro com o EU SOU… e o EU SOU tem outros nomes, e um deles é DEUS.

Ou seja, eu só sou livre, quando eu me descubro, e só me descubro quando eu descubro Deus! E descobrir é igual a desvendar, tirar as máscaras, e cada vez que você tira suas máscaras, mais liberdade pra você!

 

Então, garota, seja livre! O que você acha disso?

1 2 3 8